• Redação

Aguardada há décadas, obra de proteção da Barreira do Cabo Branco é entregue pelo prefeito Luciano C



Superando desafios e resolvendo problemas históricos da Capital paraibana, a atual gestão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) concluiu mais uma obra aguardada e discutida há décadas pela população: a proteção da Barreira do Cabo Branco. O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entregou, na manhã desta segunda-feira (23) o enrocamento do sopé da falésia. São quase dois quilômetros de pedras implantadas na faixa de areia protegendo a base da barreira da quebra de ondas do mar.


“Chegamos ao momento histórico de entregar a obra que garante a proteção da nossa falésia, um dos principais cartões postais da cidade. Com a colocação de pedras, protegemos a base da barreira, e com outra ação objetiva que foi a implantação da drenagem no alto, pegando os bairros de Seixas e parte do Altiplano, fazemos com que as águas das chuvas que vinham com muita velocidade para o pé da barreira tenham agora um outro direcionamento”, explicou o prefeito Luciano Cartaxo.


A obra do enrocamento consistiu na colocação de pedras criando uma mureta e um novo espaço entre a base da barreira e as ondas que atingiam a falésia com forte intensidade e provocavam sua erosão. Com o processo erosivo que era causado pelas ondas, elas carregavam sedimentos, fazendo a barreira naturalmente se acomodar. Isso refletia na diminuição de trechos no alto da falésia. Na obra, a área da praia recebeu um volume de 16.914,22 metros cúbicos de pedras, tendo a extensão de mais de 1.800 metros de enrocamento.


O enrocamento integra o projeto elaborado pela atual gestão para a proteção da Barreira do Cabo Branco. Ele foi apresentado e aprovado no Ministério da Integração Nacional e considerado o mais completo para ser executado. Aliado ao enrocamento, a drenagem envolve uma área de cinco hectares, nos quais a PMJP implantou o sistema de coleta de águas pluviais e de pavimentação de ruas. A intervenção da nova rede de drenagem disciplina o curso da água das chuvas até a praia reduzindo o impacto que ela causava no alto da barreira durante seu escoamento. Com a implantação das novas manilhas, a capacidade de escoamento é quatro vezes maior. Para se ter ideia, estão foram substituídas manilhas de 400 de diâmetro por novas de 1.500 de diâmetro.


Flávio Asevêdo SECOM/PMJP

11 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb