• Redação

Após empate sem gols, Campinense vence o Sousa nos pênaltis e decide Paraibano

Raposa e Dinossauro empataram sem gols e a vaga foi decidida nas penalidades. Rodrigo Poty erra para o Alviverde, Rubro-Negro acerta todas as cobranças e agora aguarda Botafogo-PB ou Treze na final..A Raposa também garantiu vaga na Copa do Brasil 2021...


O Campinense está na final do Campeonato Paraibano de 2020. Pelo terceiro ano seguido. Na noite desta terça-feira, a Raposa recebeu o Sousa no Estádio Amigão e, depois de um empate sem gols no tempo normal, fez 5 a 4 nas penalidades máximas, eliminou o Dinossauro e se garantiu na decisão estadual. Agora, o Rubro-Negro aguarda a definição do seu adversário na final, que vai sair do duelo entre Treze e Botafogo-PB, marcado para esta quarta-feira.


O Sousa foi melhor na primeira etapa: colocava a bola no chão, trocava passes, aproximava as linhas, organizava melhor as jogadas. Já o Campinense, com muita dificuldade para organizar a trama ofensiva, em alguns momentos investiu na ligação direta, que não funcionava. Os dois times, no entanto, tinham algo em comum: ambos estavam mal demais no último passe e na finalização derradeira. O lance de maior perigo na primeira etapa foi já aos 45 minutos, quando o Dinossauro conseguiu uma bola na trave, mas numa jogada que acabou sendo anulada por falta do ataque alviverde. Na segunda etapa, o cenário não mudou muito. Apesar do maior equilíbrio, as duas equipes seguiram pouco efetivas no ataque, com baixa produção criativa, e os dois goleiros foram meros espectadores até o fim do tempo normal. Mas um deles teria o seu destaque nas penalidas máximas, uma vez confirmado o 0 a 0 dentro dos 90 minutos.

OS PÊNALTIS

Foi o Sousa quem iniciou as cobranças. Téssio abriu o placar, e Bismarck empatou para o Campinense. Aí Rodrigo Poty foi para a segunda cobrança do Dinossauro, e o goleiro Wellington Lima fez a defesa, dando à Raposa a chance de saltar à frente no placar; e conseguiu, com Rômulo convertendo sua cobrança: Campinense 2, Sousa 1. Daí até o fim, todos marcaram. Júnior Paraíba, Rafinha e Gledson para o Sousa. Matheus Camargo, Juliano e, por fim, Rafael Ibiapino para o Campinense, garantindo a eliminação do Dinossauro e a classificação da Raposa para a sua terceira final seguida de Campeonato Paraibano.

8 visualizações0 comentário