• Redação

Após matar marido, mulher vítima de violência doméstica é encaminhada para presídio


A vítima era um comerciante do segmento de venda de gás. A suspeita relatou à polícia que já vinha sendo espancada há muito tempo e que na quarta-feira (19), antes do crime, havia sido agredida por ele



A mulher de 26 anos, presa na manhã desta quinta-feira (20), suspeita de matar o marido a tiros, no bairro de Gramame, em João Pessoa, foi encaminhada para o Centro de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão, no bairro de Mangabeira, na capital. A mulher relatou à Polícia Militar que foi casada com o marido por oito anos, separou e havia reatado o relacionamento há dois anos, mas era vítima constante de agressões e ameaças de morte caso pedisse a separação.

A vítima era um comerciante do segmento de venda de gás. A suspeita relatou à polícia que já vinha sendo espancada há muito tempo e que na quarta-feira (19) havia sido agredida por ele.

Segundo a polícia, foram efetuados dois disparos contra a vítima, de 36 anos, por uma arma que pertencia ao comerciante. A mulher foi presa com a arma do crime e levada para a Central de Flagrantes, no bairro do Geisel, em João Pessoa.

Ela permaneceu presa na carceragem da Central de Polícia e agora está em uma área de reconhecimento no presídio, onde deve permanecer por dez dias para seguir para o pavilhão.

0 visualização0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb