• Redação

Associação Nacional dos Árbitros sai em defesa de Dênis Ribeiro: “Incontinência urinária”

ANAF diz em nota que juiz alagoano não tomou o remédio antes do jogo Boavista x Goiás


A Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) emitiu na manhã desta sexta uma nota para defender o alagoano Dênis Ribeiro Serafim. Quinta à noite, antes da partida entre Boavista e Goiás, pela Copa do Brasil, o árbitro urinou em campo, e as imagens foram captadas pelas câmeras do Sportv.

Em nota, a associação explica que Dênis Ribeiro sofre de incontinência urinária e não tomou o remédio antes do jogo. Mencionou ainda que, de acordo com estimativa da Sociedade Brasileira de Urologia, mais de 10 milhões de pessoas são acometidas pela doença no país. A nota ainda ressalta que Dênis é um árbitro qualificado, que ganha espaço no cenário nacional e passou por um grande constrangimento. O vídeo viralizou na noite de quinta e logo tomou conta das redes sociais. “(Dênis) não merece receber qualquer tipo de punição na esfera desportiva. Já basta a condenação pública e equivocada das redes sociais nas últimas horas”, defende a ANAF. Em outra parte, a nota chama atenção para os julgamentos precipitados nas redes sociais. “As redes sociais são implacáveis. Condenam, difamam e transformam em chacota sem ao menos dar oportunidade de “defesa” à vítima”, destaca a Associação dos Árbitros. Presidente da ANAF, Salmo Valentim também usou o Twitter para prestar solidariedade a Dênis.

Todo o meu carinho e respeito ao árbitro alagoano, Denis Serafim. Conversei com ele ontem no fim da noite e estarei a seu lado para o que precisar! Aos que fizeram piadas com seu problema de saúde, só nos cabe lamentar profundamente. — Salmo Valentim (@SalmoValentim1) March 12, 2021

Recentemente, Dênis Ribeiro Serafim participou do curso para árbitro de vídeo e se tornou o primeiro alagoano a compor o grupo do VAR. Ele faz parte também do quadro da CBF.


Veja a nota na íntegra

As redes sociais são implacáveis. Condenam, difamam e transformam em chacota sem ao menos dar oportunidade de “defesa” à vítima. Posturas que a @anaf.brasil não só repudia como combate. A entidade vem a público prestar solidariedade ao árbitro Dênis da Silva Ribeiro. A sua boa atuação em Boavista x Goiás, na noite da última quinta-feira pela Copa do Brasil, terminou ofuscada por uma situação extremamente incômoda para quem, assim como ele, tem incontinência urinária. No Brasil, cerca de 10 milhões* de pessoas são acometidas por essa doença. Dênis não havia tomado o remédio antes da partida e, por isso, acabou passando por esse constrangimento flagrado pelas câmeras de TV. Pedimos empatia à sociedade e discernimento à CNA da @cbf_futebol para avaliar esse caso. Dênis é um árbitro experiente, de qualidade técnica reconhecida e não merece receber qualquer tipo de punição na esfera desportiva. Já basta a condenação pública e equivocada das redes sociais nas últimas horas.


Salmo Valentim Presidente da ANAF

6 visualizações0 comentário