• Redação

Botafogo vence e dá fim a série invicta do Palmeiras no BR

Alvinegro faz gols no começo do 2º tempo, vê Verdão ameaçar reação, mas tem em Diego Cavalieri, que pegou um pênalti de Willian, como herói



A série de invencibilidade do Palmeiras acabou. Nesta quarta-feira, o Botafogo derrotou o Alviverde por 2 a 1 no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o Glorioso ganhou uma sobrevida na competição. Pedro Raul e Caio Alexandre fizeram os gols do Alvinegro, que também teve Diego Cavalieri, que pegou um pênalti, com destaque. Willian balançou as redes para o Verdão.


Com a vitória - a primeira do Botafogo em dez rodadas -, o Alvinegro chegou a 15 pontos, está na 15ª colocação e saiu da zona de rebaixamento de forma remota. Isto porque o time de Bruno Lazaroni ainda pode ser ultrapassado por Athletico Paranaense e Bragantino, que se enfrentam nesta quinta-feira.

O Palmeiras, por sua vez, perdeu a invencibilidade de 20 jogos e a chance de se aproximar do líder Atlético-MG. Com 22 pontos, o Alviverde é o quinto colocado e está na zona de classificação para a próxima Taça Libertadores.

O Palmeiras volta aos gramados no próximo sábado. Às 19h, a equipe de Vanderlei Luxemburgo terá um clássico contra o São Paulo no Allianz Parque. No dia seguinte é a vez do Botafogo entrar em campo. Às 18h15, o Alvinegro encara o Sport na Ilha do Retiro.


BOTAFOGO AO ATAQUE

Seja pela pressão de sair da zona de rebaixamento, o Botafogo começou a partida em cima. Com uma estratégia de pressionar os volantes do Palmeiras e não deixar a equipe alviverde ter campo para avançar, o Alvinegro recuperou bolas em situações perigosas do gramado em algumas oportunidades.

Em uma, a finalização de Rhuan de dentro da área saiu torta após um passe de Pedro Raul. Na outra, o camisa 7 cruzou, mas Matheus Babi não alcançou a bola. Todas as oportunidades foram marcadas por uma defesa do Palmeiras bagunçada, justamente pelas roubadas de bola no campo ofensivo.

PALMEIRAS EQUILIBRA

Com toda a correria na primeira metade da etapa inicial, era até natural que o Botafogo cansasse. A partir do desgaste físico, o Palmeiras cresceu e equilibrou as ações. Com foco nas jogadas em velocidade na direção dos pontas, o Verdão tentava pegar a defesa do Botafogo de costas, o que não aconteceu. O agitado primeiro tempo terminou sem gols.

AVALANCHE ALVINEGRA

O começo do segundo tempo foi marcado por alegrias ao Botafogo. Logo no primeiro minuto, Honda e Kevin construíram jogada pela direita, o lateral cruzou rasteiro e Pedro Raul apareceu entre os zagueiros do Palmeiras para abrir o placar.

A equipe de Bruno Lazaroni não parou por aí. Quatro minutos depois, Caio Alexandre aproveitou o rebote de uma falta de Victor Luís que desviou na barreira e dobrou a vantagem no placar. O tento, vale ressaltar, foi confirmado apenas após revisão do VAR, que estudou se a posição do meio-campista no lance era legal.

PRESSÃO DO PALMEIRAS

Com o 2 a 0 adverso, Vanderlei Luxemburgo não poupou esforços para tentar colocar uma equipe mais ofensiva. O treinador fez as cinco substituições antes dos 20 minutos - entre elas, Gustavo Scarpa, meia de origem, no lugar de Mayke para jogar na lateral.

O Alviverde foi atrás do prejuízo. Aos 32 minutos, em uma bola cruzada justamente por Scarpa, Wesley desviou no segundo pau e Willian teve apenas o trabalho de empurrar para as redes.

CAVALIERI É HERÓI!

A pressão do Palmeiras não parou por aí. Minutos depois do gol, Willian recebeu um lançamento vindo do meio-campo e saiu cara a cara com Diego Cavalieri dentro da área. O goleiro do Botafogo entrou de sola e o árbitro Rafael Traci marcou pênalti, com a ajuda com árbitro de vídeo.

Na cobrança, contudo, o goleiro se redimiu. Willian optou por uma cobrança à meia altura no lado esquerdo e Diego Cavalieri voou para defender e garantir que o Botafogo continuasse na liderança do placar.


FICHA TÉCNICA


BOTAFOGO x PALMEIRAS

Data: 07/10/2020, às 21h30

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)

VAR: Rafael Traci (Fifa/SC)


Cartões amarelos: Guilherme Santos, Diego Cavalieri, Matheus Babi, Warley (BOT); Wesley, Jailson, Marcos Rocha (PAL)

Cartões vermelhos:

Gols: Pedro Raul (1-0, 1'/2ºT), Caio Alexandre (2-0, 5'/2ºT) e Willian (2-1, 32'/2ºT)


BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Victor Luís; Rafael Forster (Rentería 27'/2ºT), Caio Alexandre (Sousa 42'/2ºT), Keisuke Honda (Kalou 27'/2ºT); Rhuan (Guilherme Santos 20'/2ºT), Pedro Raul (Warley 42'/2ºT), Matheus Babi. Técnico: Bruno Lazaroni.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Felipe Melo, Luan, Mayke (Gustavo Scarpa 17'/2ºT); Patrick de Paula (Ramires 6'/2ºT), Bruno Henrique (Zé Rafael 6'/2ºT); Rony (Gabriel Veron 6'/2ºT), Raphael Veiga (Lucas Lima 17'/2ºT), Wesley; Willian. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

0 visualização0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb