• Redação

Câmara de Alhandra é fechada após moradores saberem favorecimento de quase meio milhão para prefeito

A Câmara de Vereadores da cidade de Alhandra foi fechada e moradores do município informaram que o fechamento é para barrar a revolta popular contra o prefeito Marcelo Rodrigues, que vem promovendo um caos administrativo na cidade. O prefeito teria beneficiado apenas seus parentes com altas quantias em dinheiro, a exemplo do empenho em nome de sua esposa, Nadjane da Costa Almeida (Chefe de Gabinete), no valor de R$ 234 mil e também em nome de sua cunhada Josineide Almeida Araújo (Tributos), com mais de R$ 137 mil reais.


Tais vantagens para esposa e cunhada do prefeito Marcelo Rodrigues foram negociadas “entre as partes”, conforme publicação no Diário Oficial, benefício que seria relativo a um reconhecimento de dívida da Prefeitura com as ilustres servidoras, mas, outros trabalhadores municipais não tiveram o mesmo privilégio.

Além disso, moradores do distrito de Mata Redonda estão revoltados com a gestão vexatória do prefeito, que em pleno início do ano letivo resolveu fazer uma reforma na escola da localidade e os alunos foram obrigados a assistirem aulas na Casa do Agricultor que não oferece a mínima estrutura para tal finalidade, sem contar que é um órgão com investimentos federais.

“A família do prefeito está se enriquecendo cada dia mais e nós moradores sofrendo com o descaso desse homem que voltou a governar a cidade com ódio no coração e ninguém faz nada. Iremos realizar um protesto na Câmara e pedir a esses vereadores que façam alguma coisa, mas, eles com medo do povo estão se escondendo”, afirmou uma mãe de aluno.

Além da esposa na chefia de gabinete e cunhada no setor de tributos, uma das filhas do prefeito comanda as secretarias de finanças e administração, o genro na controladoria e demais parentes espalhados pela gestão com altos salários.

0 visualização0 comentário