• Redação

Carnaval: Tribos Índigenas e Clubes de Frevo decidem refundar a Liga Carnavalesca



Terminou no final da tarde desta segunda-feira, 1 de fevereiro, no auditório do Sindicato dos Engenheiros da Paraiba, em Tambiá, a reunião histórica contando com 15 de representantes de agremiações do Carnaval Tradição construindo o processo de refundação da Liga Carnavalesca de João Pessoa e ainda confirmando eleição de nova diretoria inscrita no dia 12 de fevereiro, no SENGE.

Na oportunidade, foram apresentados os líderes da retomada da Liga Carnavalesca legítima, convergente, moderna e abrangente nas pessoas do renomado Folclorista Pedro Cândido como presidente, ainda o veterano carnavalesco Cardivando de Oliveira como vice -presidente e Edson Pessoa na Secretaria Geral. Os demais nomes estão sendo divulgados a partir das proximas horas.

Na reunião, repercutiu muito a Carta Programa apresentada pelos candidatos para gerar nova fase de estruturação do Carnaval Tradição.

Eis a íntegra do novo Manifesto:

RECOMPOSIÇÃO DA LIGA DO CARNAVAL TRADIÇÃO DE JOÃO PESSOA

NOVO PROJETO DE REALIZAÇÃO – 2021 / 2022 – Planejamento

A PROPOSTA

A nova diretoria da Liga do CARNAVAL TRADIÇÃO de João Pessoa apresenta ao conjunto dos Filiados representados pelas agremiações de Tribos Indígenas, Clubes de Orquestra de Frevo, Ala Ursas e Escolas de Samba um NOVO MODELO para a REUNIFICAÇÃO de nossa REPRESENTAÇÃO para construção de um novo tempo.

Nós, novos dirigentes, estamos decididos a gerar NOVO PLANEJAMENTO E GESTÃO para fortalecer cada agremiação em diversos niveis, como a apresentar a partir desta nova fase:

1) FORTALECER a Representação das agremiações a partir do novo nível de relacionamento com a FUNJOPE e/ou Prefeitura de João Pessoa valorizando cada agremiação;

2) CONSTRUIR diálogos com Patrocinadores externos do futuro Carnaval;

3) CRIAR novo relacionamento interno contribuindo com o PLANEJAMENTO de cada agremiação para melhor o desempenho;

4) GERAR Núcleo de Contabilidade visando ajudar cada agremiação na fase de Prestação de Contas;

5) ESTABELECER de forma pública a TRANSPARÊNCIA no uso dos recursos;

6) TRABALHAR para desenvolver DOCUMENTÁRIO sobre o CARNAVAL TRADIÇÃO

7) DESENVOLVER Calendário fora do circuito de Carnaval em cada Fevereiro;

8) APROXIMAR-SE mais de cada Comunidade

9) VALORIZAR a Cultura Popular

2 visualizações0 comentário