• Redação

Covid-19: Vacina de Oxford é segura e induz reação imune, mostram testes preliminares


A conclusão foi publicada hoje em um artigo na revista científica The Lancet, com resultado de testes preliminares da vacina.

Segundo o artigo, os testes envolveram 1.077 pessoas. O resultado, mesmo promissor, ainda precisa ser confirmado em outras etapas para garantir a segurança e o período de imunização da vacina.

Os resultados preliminares mostram que a fórmula estimulou respostas imunológicas “potentes” a nível celular se aplicada em dose dupla.

“Nós acreditamos que os resultados indicam que o sistema imunológico se lembrará do [genoma do] vírus, ou seja, que nossa vacina protegerá as pessoas por um período prolongado. No entanto, precisamos de mais pesquisa antes de confirmar que esta fórmula efetivamente protege contra o Sars-CoV-2 e por quanto tempo durará a imunidade”, afirmou o líder do estudo, Andrew Pollard.

No Brasil, a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) testa a fórmula em parceria com Oxford. Segundo a reitora da Unifesp, Soraia Smaili, espera-se que a vacina tenha o registro aprovado em junho de 2021.

O Ministério da Saúde também fechou uma parceria com a universidade britânica para a produção de 30,4 milhões de doses da vacina, com investimento de US$ 127 milhões. O acordo prevê o compartilhamento da tecnologia de produção da vacina com a Fiocruz.

10 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb