• Redação

Delegado aguarda laudo do IML que identificará causa da morte de bebê encontrado dentro de panela

Ele ainda destacou que por enquanto apenas depoimentos de testemunhas estão sendo tomados. (Foto: reprodução)




O delegado responsável pelas investigações sobre a morte do bebê que foi encontrado morto dentro de uma panela de pressão, nessa segunda-feira (2), na zona rural da cidade de Pedra Branca, região do Vale do Piancó, Sertão do estado disse que aguarda laudo do Instituto de Medicina Legal  (IML) para saber o que causou a morte do bebê. A mãe do bebê foi internada no hospital da cidade e sua identificação não foi divulgada.

Em entrevista ao ClickPB, Carlos Seabra explicou que até o momento não se pode fazer nenhuma levantamento, uma vez que só após o laudo será possível ter mais detalhes acerca do caso. Ele ainda destacou que por enquanto apenas depoimentos de testemunhas estão sendo tomados. 

A necrópsia está sendo realizada no IML da cidade de Patos e tem um prazo de 30 dias para ser finalizada. Só após a entrega do resultado é que será confirmado se o bebê já tinha nascido e foi abandonado, ou se trata-se de um aborto. No caso se for comprovado que o bebê ainda não tinha nascido, a polícia vai investigar se o aborto foi espontâneo ou provocado pela mãe.

2 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb