• Redação

Desembargador desrespeita e xinga advogada durante sessão virtual do TRT-12:


Mais uma situação lamentável durante as sessões virtuais no Judiciário brasileiro. O caso ocorreu nesta quarta-feira (29) durante sessão virtual de julgamento da 3ª Câmara do Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT12).

Em meio ao julgamento de um recurso, o desembargador José Ernesto Manzi disparou palavras de baixão calão contra a advogada de uma das partes: “isso, faz essa carinha de filha da puta”, disse o magistrado que após perceber que seu microfone estava ligado colocou a mão na boca mas já era tarde demais.


Todos que participavam da sessão ficaram atônitos com a esdrúxula manifestação, inclusive a desembargadora Quézia Gonzalez que relatava o processo no momento da fala em questão.

A OAB de Santa Catarina repudiou a declaração do desembargador, desaprovando a “conduta inapropriada”, por atentar contra a atuação da advocacia e violar suas prerrogativas, expondo a classe e a magistratura ao vexame público. O presidente da OAB/SC, Rafael Horn, também oficiou o magistrado para que este se pronuncie sobre o ocorrido.


TRF 12

24 visualizações0 comentário