• Redação

Epitacio Dantas: De Iniguaçu a Vandré, um belo poema da Paraíba…


D. Sebastião rei de Portugal , decidiu implantar o sistema de capitanias hereditárias , no intuito de explorar e catequizar as terras brasileiras e combater invasores e índios , organizando a colônia em 15 capitanias , No vale do rio Tracunhaém, atual cidade de Goiana em Pernambuco , a filha de um cacique potiguara chamado Iniguaçu ( adolescente de rara beleza ! ) foi sequestrada na Serra da Copaoba por um mameluco senhor de engenho Diogo Dias e em contrapartida os potiguaras , aliados dos franceses , atacaram os engenhos da região massacrando todos seus habitantes e sacrificando mais de 600 habitantes .

Motivando assim a criação da Capitania Real da Paraíba pelos portugueses , superando o impasse existente na Paraíba, ( Tabajaras x Potiguaras ) tanto é que após a Real Ocupação da Paraíba em 1585, tomariam o Rio Grande do Norte em 1598 e posteriormente o Ceará em 1612. Onze anos se passaram desde a criação da capitania em 1574 e sua real ocupação no ano de 1585 e a capitania de Itamaracá que se estendia do rio Santa Cruz até a Baía da Traição, doada a Pedro Lopes de Souza e representado pelo administrador Francisco Braga, que faria uma péssima administração , dando lugar a João Gonçalves, o qual realizou algumas benfeitorias como a fundação da Vila da Conceição e a construção de engenhos.

Com a tragédia de Tracunhaém em 1534 , o rei de Portugal desmembrou Itamaracá, dando formação à Capitania do Rio Paraíba. O Governador Geral D. Luís de Brito recebeu a ordem para proteger Itamaracá e a missão de punir os índios responsáveis pelo massacre, expulsar os franceses e fundar uma nova cidade.

Assim começaram as cinco expedições para a conquista da Paraíba. O rei D. Sebastião enviou o Ouvidor Geral D. Fernão da Silva :

Em 1574, D. Fernão da Silva tomou posse das terras sem nenhuma resistência, porém sua tropa foi surpreendida por indígenas tendo que recuar para Pernambuco.

1575, O Governador Geral D. Luís de Brito teve sua expedição prejudicada por ventos desfavoráveis e sequer chegaram as terras paraibanas.

1579, Frutuoso Barbosa impôs a condição de que se ele conquistasse a paraíba, a governaria por dez anos, Mas quando chegando à Paraíba, uma forte tormenta o fez recuar, sua esposa morreu e voltou para Portugal.

1582 Frutuoso Barbosa torna a Paraíba, mas emboscado por índios e franceses, desiste após perder um filho em combate.

1584, Frutuoso Barbosa expulsou os franceses conquistando a Paraíba aliado de Flores Valdês e Felipe de Moura . Construíram os fortes de São Tiago e São Felipe. O Ouvidor Geral Martim Leitão formou uma tropa constituída por brancos, índios, escravos e religiosos. Afirmando que sua luta era contra os Potiguaras (rivais dos Tabajaras) , costurou uma aliança com os Tabajaras... .

Martim Leitão e sua tropa finalmente chegaram aos fortes (São Felipe e São Tiago), ambos decadentes e em ruínas , devido as intrigas entre espanhóis e portugueses , nomeou o português Castrejo, para o cargo de Frutuoso Barbosa. Castrejo abandonou e destruiu o Forte e jogou toda a sua artilharia ao mar, Leitão o prendeu e o devolveu à Espanha ,quando os portugueses unidos aos Tabajaras contra os Potiguaras liderados por Piragibe ( Braço de Peixe em português) dos Tabajaras , em agosto de 1585 e Martim Leitão , enfim pactuados , venceram .

O ouvidor providenciou pedreiros, carpinteiros, engenheiros , etc para edificar a Cidade de Nossa Senhora das Neves e Expulsou os franceses da Baía da Traição e nomeou João Tavares para ser capitão do Forte , nasceu a terceira cidade fundada no Brasil e a última do século XVI.

Com o advindo da colonização, expandiu-se a população da Paraíba e começaram a se formar as vilas pelo interior do estado. a vila de Pilar originou-se a partir da Missão do Padre Martim Nantes. Pilar foi elevada a município em 1785, com o cultivo da cana-de-açúcar, principal atividade da região e sendo elevada a vila em 5 de janeiro de 1765, depois Souza , um dos mais importantes sítios arqueológicos do país (Vale dos Dinossauros) Jardim do Rio do Peixe , muito fértil e povoada. Em 1730, já viviam 1468 pessoas , em homenagem a Bento Freire de Sousa, seu maior benfeitor, foi nominada e emancipada em 10 de julho de 1854. Em 1697 , o capitão-mor Teodósio de Oliveira Ledo aproveitando a feira nas ruas organizadas pelos índios e camponeses , iniciou sua promissora atividade mercantil tendo Campina Grande sido elevada à freguesia em 1769, sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição e em 20 de abril de 1790 foi elevada a vila com o nome de Vila Nova da Rainha.


No período de 1634 a 1654 aconteceu a invasão Holandesa em Pernambuco e Paraíba, escorraçados que foram na Bahia, porém isso pertence a outro capítulo.

A história nos foi dadivosa, pois da linda Iniguaçu na tragédia de Tracunhaem, germinou e floresceu uma árvore de frutos saborosos de vitórias e tragédias, que passando pela saga da revolução de 1930, nos glorifica com o talento de Epitácio Pessoa (o único brasileiro que ocupou a presidência de todos os nossos poderes federais) até ao som revolucionário de 1964, na voz rouca e marcante de Geraldo Vandré das terras do benvirá …

De Iniguaçu a Vandré ,a eterna beleza histórica da Paraiba...

138 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb