• Redação

Inter vence o Vasco e volta a dormir na liderança do Brasileirão

Cruz-Maltino praticamente não jogou na primeira etapa, quando o Colorado construiu o resultado



Ricardo Sá Pinto estava no estádio, observando o jogo de cima. E certamente não gostou do que viu no primeiro tempo do Vasco contra o Internacional, neste domingo, no Estádio Beira-Rio. Foi na primeira etapa que o Colorado construiu o 2 a 0 que se manteve até o fim. O time da casa chegou à liderança do Campeonato Brasileiro, enquanto o visitante segue em queda na tabela e chegou a oito jogos sem vitória.


Pressão, ato 1


Durante todo o primeiro tempo, praticamente só o Colorado jogou. O gol parecia questão de tempo. Aos 12 minutos, Thiago Galhardo tentou de cabeça e Fernando Miguel defendeu. A volúpia do time mandante teve resultado aos 24 minutos. Patrick cruzou rasteiro da esquerda, Abel Hernández escorregou, mas a bola sobrou para Galhardo, que ajeitou para Edenílson chutar no canto esquerdo inferior do goleiro vascaíno.


Pressão, ato 2


Logo viriam duas chances de Hernández: aos 31, de cabeça, para fora, e aos 33, em chute fraco, defendido por Fernando Miguel. A presença do Inter perto da área ofensiva era constante. Até que, aos 38 minutos, Thiago Galhardo converteu o pênalti cometido por Leandro Castan nele mesmo. Um passeio do Inter, que só foi interrompido pelo chute perigoso de Cano, aos 39 minutos.

Piorar não era possível

No segundo tempo o Vasco melhorou. Carlinhos assustou, em chute de fora da área, aos oito minutos, mas a primeira grande chance foi do Inter: após cruzamento da esquerda, Thiago Galhardo escorou e Miguel, criticado pela torcida pelo primeiro gol sofrido, fez grande defesa e evitou o terceiro. Em seguida, Benítez entrou na área pela direita e Cano finalizou. Foi a vez de Marcelo Lomba trabalhar com competência. Aos poucos, o ímpeto vascaíno foi igualado.

Banho-maria

A partir daí, o Inter reequilibrou as ações e as alterações mantiveram o fôlego de ambos os lados. Apesar das investidas de Talles Magno, o que de mais perigoso se viu foi o chute de Edenílson aos 29 minutos, mas que Fernando Miguel defendeu.


FICHA TÉCNICA


INTERNACIONAL 2 X 0 VASCO

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data/Hora: 18/10/2020, às 18h15

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa/SC)

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa/SC) e Alex dos Santos (SC)

Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Gols: Edenílson (24'/1ºT 1-0) e Thiago Galhardo (38'/1ºT 2-0)

Cartões amarelos: Cuesta (INT); Leandro Castan (VAS)


INTERNACIONAL


Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso (Praxedes, 41'/2ºT), Marcos Guilherme (Rodrigo Moledo, 41'/2ºT), Edenílson e Patrick (Rodrigo Dourado, 31'/2ºT); Thiago Galhardo (D'Alessandro, 31'/2ºT) e Abel Hernández (Yuri Alberto, 20'/2ºT) - Técnico: Eduardo Coudet.


VASCO


Fernando Miguel, Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castan e Henrique; Andrey (Fellipe Bastos, 44'/2ºT), Marcos Junior (Guilherme Parede, 25'/2ºT), Carlinhos e Benítez (Vinícius, 33'/2ºT); Cano e Talles Magno - Técnico: Alexandre Grasseli.

Veja também:

2 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb