• Redação

Lateral Rafinha rescinde contrato com o Olympiacos e projeta volta ao Brasil

Lateral-direito ex-Flamengo tinha contrato com equipe grega até junho de 2022, mas deixa clube após disputar 22 jogos em pouco mais de quatro meses


Após pouco mais de quatro meses e 22 jogos disputados, o lateral-direito Rafinha, de 35 anos, rescindiu seu contrato com o Olympiacos. A equipe grega divulgou um comunicado no qual confirmou que o brasileiro chegou a um acordo com o clube para romper o vínculo, que ia até junho de 2022. O ge apurou que o ex-Flamengo deseja voltar ao futebol brasileiro.

– Me despeço do Olympiacos, clube que me recebeu com tanta alegria e respeito. Agradeço imensamente à torcida pelo carinho, aos funcionários do clube por todo o cuidado, aos companheiros de time, comissão técnica, diretoria e ao presidente Evangelos Marinakis por toda confiança no meu trabalho, por ter honrado com tudo o que foi acordado e ter sido extremamente correto em todo o processo. Muito obrigado, Presidente. Saio de forma amigável, em comum acordo com o clube, sempre cultivando as boas relações pessoais e profissional – declarou o brasileiro. Rafinha chegou ao Olympiacos no fim de agosto e estreou no dia 18 de setembro. No total, ele atuou em 22 partidas, obteve 13 vitórias, quatro empates e cinco derrotas. O lateral anotou uma assistência e não marcou gols em sua rápida passagem pela equipe grega, que lidera a liga nacional e está no mata-mata da Liga Europa após ter sido eliminada na fase de grupos da Champions.

A informação de que Rafinha deixaria o Olympiacos foi divulgada primeiro pelo jornalista Wesley Ramon, do portal “Urubu Interativo”. O time grego anunciou na última segunda-feira a contratação do lateral francês Kenny Lala, de 29 anos, ex-Strasbourg.


Em seu comunicado nesta terça, o Olympiacos agradece a Rafinha pelo desempenho no time e diz que as portas do clube estarão abertas para um eventual retorno.

– O grande brasileiro é um dos jogadores mais importantes que atuaram no Campeonato Grego. Com sua paixão, habilidade e profissionalismo, foi um exemplo para todos. Vai sempre pertencer à família Olympiacos – diz a nota do clube.


Rafinha deseja voltar ao Brasil para ficar mais perto da família e recebeu algumas sondagens de clubes do país. Ele começou a conversa com os times que o procuraram, mas ainda não tem propostas oficiais. Qualquer equipe que o contrate só deve utilizá-lo a partir de março, quando inicia a próxima temporada.




0 visualização0 comentário