• Redação

Motorista que causou morte do baterista da banda Tuaregs Dainha, já foi preso por estelionato


O homem preso pela Polícia Militar da Paraíba (PMPB) na noite desse domingo (24), após bater em um carro conduzido pelo músico da Banda Tuaregues Dainha, que no momento do acidente fazia transporte por aplicativo, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, já havia sido preso em 2016 no estado do Tocantins acusado de estelionato.

Segundo informações da Polícia Civil, Antônio Carlos Gomes de Oliveira, de 35 anos, que mora em Rio Branco, no Acre, foi preso no Tocantis após usar cartões clonados, em 9 de novembro de 2016, através de compras na internet. Ele respondia o processo em liberdade.


Sobre o acidente


Antônio Carlos estava conduzindo uma BMW e se envolveu em um acidente que matou o baterista da banda Tuaregs, Dainha. O musico estava fazendo um extra no momento do acidente realizando transporte por aplicativo. O acidente aconteceu no fim da tarde desse domingo (25) no cruzamento das avenidas Esperança com a Franca Filho, em Manaíra. Ele fugia de uma blitz da polícia e desobedeceu uma ordem de parada.

Na fuga ele não obedeceu a placa de Pare e passou na Franca Filho em alta velocidade, acertando em cheio a lateral do outro veículo, um Corsa Classic branco. Antônio Carlos Gomes de Oliveira se negou a fazer o teste do bafômetro e recebeu voz de prisão ainda no local. Ele foi conduzido para a Central de Flagrantes e responderá por homicídio.

28 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb