• Redação

O esporte é comigo: Futebol Brasileiro, o protocolo e o vetor….


Rafael Moura corajosamente postou em rede social, todos os atletas do Goiás infectados pelo Coronavírus na partida adiada contra o São Paulo. Gilberto, Sandro, Tadeu, David Duarte, Lucão do Break, Ratinho, Kiko, Jefferson e Rafael Moura, poderia ser a escalação de uma equipe de futebol. A mesma triste sorte teve o Imperatriz do Maranhão na partida frente ao Treze que soube momentos antes e teve a partida também adiada , causando um prejuízo de cerca de 9.000 reais aos cofres do clube paraibano , os jogadores continuam isolados.

Embarques e desembarques em locais de grande fluxo, falta de quartos individuais, refeições coletivas, ônibus, cabeleireiros, garçons, convivência com terceiros durante translado e estadia, exames tardios como o caso da partida CSA 1 x 0 Guarani , em que o clube alagoano bravamente, jogou com nove atletas infectados , caso do Botafogo carioca que se deslocará uma semana , entre aeroportos , hotéis e translado , para viajar de Bragança até Fortaleza em uma formatação esquisita que marca seu retorno para apenas segunda-feira ao Rio , queira Deus com não infectados.

Hotéis em locais improváveis dentro do perímetro da infecção. Finais atropeladas com muitos empates, datas voláteis, nível técnico abaixo da normalidade e decisões absurdas em pênaltis, ocasionando alterações a todo momento nas grades televisivas e mídias sociais. Na Paraíba uma partida do paraibano foi adiada por que mais da metade da equipe testou positivo, o CSP fez valer sua vantagem física goleando por 7 x 0 um Sport-PB , visivelmente forma de forma (contratou meio time para o jogo), tendo o mesmo que substituir os atletas 3 dias antes da partida. Sem contar aglomerações fora do estádio não permitida nos protocolos de liberação dos eventos esportivos.

Nos Estados Unidos, três arenas espalhadas pela Disney Word acomodando 22 times definem o desfecho de uma temporada em uma bolha de isolamento social . Inaugurado em 1971, afastada a 30 Km do centro de Orlando , o CT abrigará a nata da NBA , um panorama repleto de segurança , tecnologia e elogios.

O Sindicato dos Atletas aqui no Brasil , recomenda um período mínimo de preparação e proteção , para que os clubes voltem a campo e em respeito às vítimas dessa doença , estamos com 3.012.412 casos e 100.477 mortes. Isso nunca aconteceu antes! A CBF e as Federações ficam falando de protocolo, protocolo… O protocolo montado para os jogos é muito bom, talvez um dos melhores do mundo. Mas esses protocolos só podem ser usados quando as curvas diminuírem. O fim de semana deu o recado: a contaminação em massa no elenco do Goiás , 158 jogadores dos clubes da Série A testaram positivo para Covid-19. Das 20 equipes, o Corinthians,está no topo , 23 jogadores testaram positivos , depois vem o Goiás, 20 casos atestados , Flamengo com 10 atletas e doze funcionários e vai por aí .... O Campeonato Brasileiro começou em meio ao pico da pandemia no Brasil e alguns ainda querem ampliar esse quadro de propagação de infecção

O esporte não pode ser o vetor dessa pandemia, temos que rever nosso conceitos! Está na hora de repensar o protocolo de nosso Futebol!

Pesquisa efetuada no Google , Globo.com e redes sociais esportivas.



Epitácio Dantas

150 visualizações0 comentário