• Redação

São Paulo empata com Bahia em casa e Santos vence o Sport no Recife

São Paulo joga mal e sai perdendo no Morumbi, mas arranca empate com gol do recém-chegado Luciano aos 40 minutos do segundo tempo



Um gol do estreante Luciano aos 40 minutos do segundo tempo garantiu ao São Paulo um suado empate por 1 a 1 com o Bahia, que abrira o placar com Rossi, no Morumbi. Tiago Volpi defendeu um pênalti cobrado por Gilberto no primeiro tempo e também foi fundamental para o ponto conquistado.

A pressão sobre Fernando Diniz continua. O São Paulo soma quatro pontos em três partidas no Brasileirão e ainda não conseguiu jogar bem. Agora visita o Sport, na Ilha do Retiro.


Já o Bahia, invicto e com sete pontos em três partidas, está próximo dos líderes, que têm nove, e visita o Ceará na próxima rodada.

O São Paulo terminou o tempo com 63% de posse de bola e 11 finalizações contra duas do Bahia. O que isso significa? Nada. A posse de bola foi improdutiva, com muitos passes próximos do círculo central, e as duas finalizações dos visitantes foram muito mais perigosas do que qualquer chegada são-paulina.

Na primeira, em pênalti assinalado com auxílio do VAR após disputa entre Igor Vinícius e Rodriguinho, Tiago Volpi fez defesa espetacular na batida de Gilberto. Na segunda, Rossi avançou entre Reinaldo e Bruno Alves, saiu na cara do goleiro e chutou bem para marcar seu primeiro gol pelo clube baiano.

Luciano entrou no lugar de Igor Gomes logo no intervalo. Afoito, mas participativo. Já o garoto Gabriel Sara, que substituiu Liziero pouco antes dos 15 minutos da etapa final, colaborou pouco na criação. O Bahia, por sua vez, jogou a metade final do segundo tempo com Anderson no lugar de Douglas. O goleiro titular sentiu uma lesão muscular e precisou sair.

Diniz mexeu profundamente na estrutura da equipe. Acionou Helinho aberto pelo lado direito e Gonzalo junto com Pablo dentro da área - eles substituíram Igor Vinícius e Tchê Tchê. Daniel Alves foi deslocado para a lateral direita nesta tentativa de "abafa" tricolor. No fim, em uma medida aparentemente desesperada para conseguir incomodar o adversário, Léo substituiu Bruno Alves e se posicionou como zagueiro, mas com liberdade para avançar.

A derrota parecia certa (e seria justa), ainda mais quando Elber ficou cara a cara com Tiago Volpi e teve ótima chance para ampliar. Mas o atacante do Bahia finalizou mal e o castigo veio com Luciano aproveitando um desvio de Gonzalo após cobrança de escanteio para marcar de cabeça aos 40 minutos. Logo na jogada seguinte, Reinaldo cruzou rasteiro e Pablo, na pequena área, não conseguiu pegar em cheio.



Santos vence o Sport no Recife com golaço de Marinho



O Santos venceu o Sport por 1 a 0 na noite desta quinta-feira, na Ilha do Retiro, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Marinho fez um golaço aos 30 minutos do segundo tempo.


Marinho é o maior destaque do Peixe em 2020. Após se recuperar de fratura no pé, o camisa 11 participou dos últimos oito gols do Alvinegro: seis ele mesmo fez e duas assistências.


Com a segunda vitória consecutiva, o Santos de Cuca vai para a quinta colocação, com sete pontos, e embala antes do clássico contra o Palmeiras, domingo, no Morumbi.

O Sport vai para o 15º lugar, com quatro pontos, e voltará a campo para o São Paulo também no domingo, novamente em Recife.


O JOGO

O Santos teve 70% da posse de bola no primeiro tempo, mas foi o Sport quem criou as principais chances e fez João Paulo trabalhar diversas vezes.

Na melhor chance, João Paulo dividiu com Bruninho e a bola sobrou para Jonatan Gómez. O meia bateu colocado e a bola tinha endereço, mas bateu justamente em Bruninho, que estava deitado e impedido. A arbitragem ainda consultou o VAR, viu falta de Bruninho e deu cartão amarelo.

O Peixe só assustou no último lance da etapa inicial. Soteldo recebeu de Kaio Jorge e disparou, deixou Adryelson no chão e não bateu forte. Mailson salvou o Leão.


SEGUNDO TEMPO


O Santos voltou mais agressivo para os 45 minutos finais. Logo nos primeiros segundos, Marinho chutou de longe e fez Mailson trabalhar. Aos 6, Soteldo viu Mailson adiantado e quase fez um golaço da ponta esquerda.

Quando o placar marcava 17 minutos, Cuca colocou o Peixe no ataque. Tirou Jobson e Kaio Jorge para as entradas de Jean Mota e Lucas Braga.

Aos 23, Tailson fez boa jogada pela direita e cruzou. Jean chegou como elemento surpresa na marca do pênalti, mas isolou com a perna direita.

E no minuto 30, o Santos finalmente abriu o placar. Marinho recebeu de Lucas Braga na direita, ajeitou e colocou a bola no ângulo de Marinho. Um golaço.

O Peixe baixou a guarda e o Sport quase empatou aos 35, em cabeceio de Ronaldo para grande defesa de João Paulo, substituto de Vladimir.

Depois de abrir a equipe, Cuca colocou Alex na vaga de Marinho e ajudou o Santos a administrar a pressão do Sport nos minutos finais. Vitória do Peixe na Ilha do Retiro.

3 visualizações0 comentário
Receba nossas atualizações
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube
  • iconfinder_social-11_1591847

© 2020 Fala Sério Pb